P: P’taah, você disse que tudo é sempre perfeito e eu aceito isso intelectualmente, mas ainda acho fácil criticar a mim mesmo e ao mundo por falhas imaginadas. Suponho que tem sido um hábito ao longo da vida que parece difícil deixar para trás completamente.

 P’taah: Amado, para você e para quase todos os que existem!

Você pode estar no entendimento de que todo julgamento negativo que você tem sobre coisas fora de você realmente é um reflexo do medo dentro de você de não ser suficiente. Então, quando você se acostuma com essa ideia, isso não significa que você possa tolerar todos os aspectos de qualquer pessoa ou qualquer outra coisa, hein? Significa apenas estar ciente de que realmente tudo é perfeito.

E quando você reconhece que você, pessoalmente, é um ser eterno tendo uma experiência humana, e que todos têm o direito soberano de ser quem são, então desta forma você se desdobra para a consciência mais ampla, você se desdobra  para uma maior consciência e compreensão.

E vocês são perfeitos – vocês são expressões da Fonte! – da mesma forma que uma árvore é perfeita, não importa como ela pareça, é perfeita! Uma flor é perfeita, um humano é perfeito. E uma das maneiras pelas quais você pode reforçar isso para si mesmo é através do seu agradecimento e gratidão.

E você sabe que sem o corpo físico você não tem uma experiência humana – sem o corpo você não pode cheirar a rosa, você não pode contemplar a beleza da montanha, hein? Você não pode ouvir a bela música, você não pode saborear a comida maravilhosa. Sem o corpo você não tem a experiência humana.

 A gratidão é uma ferramenta de conexão. Quando você diz “obrigado deusa ou deus  do meu ser” você está conectado com a sua própria essência da alma.

Canal: Jani King
Fonte: https://ptaah.com.au/ ptaah@ptaah.com
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Fonte Postagem: www.sementesdasestrelas.com.br

13 Views