Às vezes sua cabeça parece que vai explodir? Não aguenta mais os episódios de enxaqueca, cada vez mais fortes?
Quando isso acontece, muitas pessoas “jogam a toalha”, e acabam apelando para os remédios químicos, na busca de solucionar o problema.
Não sou totalmente contra remédios. Em muitos casos emergenciais eles são necessários, mas sempre que você puder optar por formas naturais de tratamento, melhor.
Porém, a resposta para enxaqueca está no mar!
Quando digo isso, talvez você imagine que estou recomendando que você vá à praia.
Bom, até poderia ser, pois isso ajudaria a reduzir seu estresse e aumentar sua vitamina D pelo sol, mas não é disso que estou falando…
Pesquisadores já sabiam que o ácido linoleico, uma substância presente nos óleos poli-insaturados, como de soja e milho, podia piorar a enxaqueca.
Esse tipo de óleo vegetal tem efeito pró-inflamatório e é um dos motivos da dor da enxaqueca.
Foi feito então um estudo com 182 participantes, divididos em 3 grupos, que receberam tipos de dieta diferentes.
Um grupo recebeu refeições com altos níveis de peixes gordurosos ou óleo de peixes e baixo teor de ácido linoleico.
Um segundo grupo recebeu refeições com altos níveis de peixes gordurosos e mais ácido linoleico.
O terceiro grupo recebeu refeições com alto teor de ácido linoleico e níveis mais baixos de peixes gordurosos.
Basicamente, uma refeição ruim moderna, baseada em junk food e pouca gordura boa…
Os resultados mostraram que os que comeram mais óleo de peixe e menos óleo vegetal tiveram:
– redução de 30 a 40% nas horas totais de dor de cabeça por dia
– menos episódios de dor de cabeça durante o mês
– níveis mais baixos de lipídios no sangue relacionados à dor
A resposta para isso tem um nome: ômega 3.
Ao contrário dos óleos vegetais, que causam inflamações, ele tem efeito anti-inflamatório.
Portanto, quando equilibramos o consumo, reduzindo o dos óleos ruins e aumentando os bons, como o ômega 3, o efeito para redução da dor é incrível.
Sem contar nos outros benefícios para seu cérebro e sua saúde!
Fonte: http://www.drrondo.com/
18 Views