Amados,

Novembro vem com uma oportunidade para reconstruir toda a nossa realidade. Estamos em uma jornada de mudanças constantes, e somos os únicos com o poder de criação para transformar qualquer coisa que esteja obsoleta.

É neste novo e mês energético que inicia a criação consciente de uma nova linha de tempo, embora, como humanos, fomos programados para acreditar que isso é algo que se faz no Ano Novo. No entanto, somos nós que de fato escolhemos qual é a hora de mudar completamente nossa realidade.

Para nos ajudar nesta missão de liberação e criação consciente que ocorre durante os três últimos meses do ano, começamos novembro com um eclipse lunar a 16 graus de Touro.

Um eclipse que nos dá a oportunidade de ancorar todas as energias que integramos anteriormente, caso contrário, não conseguiremos fazer as curas e limpezas de adequada.

Um eclipse que nos ajuda a integrar níveis mais elevados de amor, entendendo que qualquer coisa que desejamos manifestar em nossa realidade vem desta Fonte Amorosa, dentro de nós mesmos.

Um mês para materializar tudo o que imagina nas profundezas de nossas almas, enquanto habitamos em Águas Escorpianas no plano humano, onde somos mestres criativos e onde realmente desfrutamos das criações de nossa alma.

Mecanismos de ancoragem serão fundamentais neste momento, pois o trabalho de cura, criação ou limpeza precisa que essas energias sejam ancoradas adequadamente o fim de gerar as mudanças necessárias em nosso corpo para desencadear a transformação que precisamos.

A essência universal deste mês também é muito abundante e amorosa. Um número que representa aquilo que é duradouro e, portanto, que permanece em equilíbrio. É isso que estamos convidados a criar dentro de nós, para que nossa realidade externa reflita as mesmas infinitas possibilidades que estão em nossas almas.

O número 8 é onde finais e novos começos estão entrelaçados. A frequência deste mês representa com muita precisão onde nos encontramos, planetariamente falando.

O ponto estelar de Vênus acabou de mudar de signo, ingressando em Libra após 150 anos; um evento raro e único na vida, outro indicador da redefinição completa que estamos vivenciando em todos os níveis.

Esta mudança é intensificada por Plutão, por eclipses e por outras influências que estão para os limites do nosso universo. Uma mudança que se iniciou no trabalho com o eu, antes que possamos gerar a enorme mudança que desejamos em nosso exterior.

É onde estamos no momento; em um vazio, comungando com nossa alma para obter mais sabedoria antes de adentrar o desconhecido. Na nova linha de tempo harmônica, o único caminho é seguir a bússola de nossa própria alma.

A mensagem é que tudo pode ser feito através do poder do amor, tudo pode ser mudado e dissolvido quando nosso eu humano finalmente se rende a um

Poder Superior que está dentro de todas as coisas e seres permitindo que ele lidere o caminho em vez de forçar nossa realidade com nosso eu egóico, que só consegue vislumbrar uma visão pequena e limitada do que realmente está acontecendo.

O número 8 também representa expansão, aquela que nós, como coletivo, tem a medida que continuamos adentrando um espaço dimensional mais evoluído. Como únicas limitações são criadas por nossas mentes humanas, pois são a ilusão da falta, proveniente de estarmos imersos em um estado inferior de medo e separação.

Durante este mês, teremos a oportunidade de nos interiorizar e ver onde ainda estamos vivendo em carência, onde ainda acho que os recursos humanos são limitados e só podem vir de para a. É aí que começamos a nos limitar, criando essa mesma velha história e permitindo que ela se manifeste no físico.

Muitos se encontrarão um novo ciclo pessoal e outros encerrando-o, pois ambos, em essência, são a mesma coisa. É a nossa interpretação pessoal e nosso plano de alma que determina para onde vamos e o que precisa vivenciar um crescimento importante.

Eventos astrológicos

Começamos este mês abundante e amoroso com dois importantes eventos planetários: Marte retrógrado e um Eclipse da Lua Cheia muito poderoso e aterrador em 16 de Touro.

Depois de vivenciar a pureza, a limpeza e a restauração das Águas de Escorpião no Eclipse Solar anterior, nos movemos agora para o elemento Terra, em que continuaremos nos purificando e ancorando tudo o que foi previamente integrado.

Um eclipse que nos ajuda a adentrar no masculino, curando suas distorções, mas sem esquecer da mulher, essência que também é dada pelo regente de Touro: Vênus.

Então também temos, neste momento, a energia feminina convidando a equilibrar nossas essências masculinas e femininas, bem como o mental e o emocional, trazendo tudo criamos o que nas profundezas de nossa alma com o eclipse anterior em Escorpião para nossa realidade física, agora em Touro.

Durante o eclipse lunar, haverá uma quadratura em T envolvendo o Sol, Mercúrio e Vênus, que estão em Escorpião, em oposição a Urano, a Lua e o Nodo Norte; e no pico da quadratura em T, temos Saturno em Aquário.

Há muitas energias, e muitas coisas acontecendo neste momento, principalmente com Touro nos convidando a aproveitar a vida e seus prazeres. Saturno nos ajudará a discernir o que é mais importante de se trabalhar neste momento, nos ensinando a ter disciplina e dedicação com nossa jornada evolutiva e com nossos assuntos terrenos.

No dia 11 de novembro, temos o portal 11/11. Este portal também será unificador, reunindo todas as energias opostas de Escorpião e Touro que estamos integrando em Uma só, para que possamos iniciar o processo de polaridade e síntese do DNA, já que ambos se completam.

Códigos de unificação nos ajudarão a decifrar nosso DNA e as muitas mensagens que ficaram nele para quando estivéssemos prontos para acolher quem realmente somos em essência. Curar e reabilitar o DNA é apenas o primeiro passo para decodificar tudo o que temos nele, e isso nos ajudará a recuperar nossa verdadeira essência e missão pessoal.

Essas energias que estamos recebendo neste harmônico Ano Universal 6 são fundamentais para restaurar nosso DNA, e serão ainda mais com as do Ano Novo, um Ano Universal 7, que trará maestria e sabedoria para recuperarmos tudo o que foi distorcido ou esquecido.

Alguns dias depois, no dia 16 de novembro, Vênus ingressa em Sagitário, exatamente a 00’. Vênus, o planeta do Amor e da Abundância, em Sagitário vai nos ajudar na liberação de relações tóxicas e de tudo que ainda nos impede de vivenciar o que é o amor verdadeiro e incondicional, acabando com velhos comportamentos que nos limitam não só em relação à abundância, mas em todos os aspectos de nós mesmos e de nossas vidas.

A criação de relacionamentos equilibrados é o primeiro sinal de um ser evoluído, pois significa maestria pessoal, unidade e o reflexo dessa maestria interior na realidade.

Sagitário, o viajante do zodíaco, está sempre ávido para explorar novos territórios, pois tem a mente aberta. Portanto, se realmente desejamos vivenciar o amor, não o egóico, mas a autêntica essência divina que está dentro de nós e em todos dentro da Criação, devemos abandonar o que é confortável para trilhar um caminho desconhecido, começando a liberar todas as ideias que nos impedem de vivenciar o que o amor realmente significa.

Com Vênus em Sagitário, não existem fronteiras, nem no amor, nem em ser livre, nem na expressão de nossos corações. Este é um caminho para trilhar em unidade, liberdade e amor pelo Todo; no momento em que nos impedimos de vivenciar o amor dessa maneira altruísta, é quando finalmente conseguimos ampliar nossos horizontes, começando a vivenciar o que significa a libertação verdadeira.

No dia seguinte, também temos Mercúrio ingressando em Sagitário, também à 00’. Temos outro abençoado encontro em nossos céus que nos ajudará a limpar nosso corpo mental da confusão e começar a nos mover rapidamente para a decisão de criar experiências conscientes baseadas em autenticidade, amor e modos de vida mais respeitosos e compassivos. Mercúrio em Sagitário trata de visualizar mentalmente o que começaremos a manifestar de maneira mais tangível nesta nova fase que está chegando.

Mercúrio trata de comunicação, expressão e trabalho com o plano mental. É um planeta maravilhoso para nos alinharmos e trabalharmos em tudo o que precisamos dissolver em nível mental. Se esse trabalho interior foi feito, aprendemos a nos comunicar a partir de um lugar de clareza e amor conosco e com os Reinos Iluminados.

No dia 20 de novembro, Vesta ingressa à 00’ de Peixes. Vesta nos convida a um mergulho profundo em nossa sagrada essência feminina, aquela que cria e que está em perfeita comunhão com nosso aspecto Divino.

Também nos ajudará a sermos mais dedicados à nossa missão pessoal, focando no que é sagrado para nós e no que acreditamos que devemos fazer para ajudar os outros da maneira que nos é única.

No dia 22 de novembro, o Sol ingressa em Sagitário. Vamos do aprofundamento de todos os assuntos com Escorpião, trazendo à tona o que estava escondido, à manifestação de novas oportunidades em nossas vidas.

Um signo que vai além do superficial, que gosta de buscar e tornar as coisas tangíveis. Sagitário gosta de explorar novos horizontes e, como seu regente é Júpiter, também nos ajuda a expandir ainda mais nossa alma, missão e busca.

Os sagitarianos são os buscadores da verdade do zodíaco. Vagam em busca de mais sabedoria e respostas para suas perguntas internas e não hesitam quando o caminho fica difícil, pois sabem que encontrar a verdade valerá a pena.

São perseverantes com o que realmente desejam e valorizam mais a jornada do que chegar ao “destino final”; são gratos por todas as lições aprendidas durante o caminho e sabem que é na jornada em si que reside a verdadeira sabedoria.

As energias sagitarianas finalmente nos darão o descanso necessário que estamos precisando após esta fase intensa e reveladora – nos introduzindo ao derradeiro mês de dezembro, um mês decisivo antes de entrarmos em uma nova fase de nossa jornada humana.

No dia seguinte, temos uma Lua Nova a 1 grau de Sagitário. Essa lua nos ajudará a compreender o próximo estágio de nossa experiência de vida. Sagitário nos convida a continuar criando e perseguindo aquilo que ressoa conosco. Será uma lua calmante e leve em comparação com a intensidade do evento anterior, convidando-nos a acolher a alegria como nosso principal estado de ser.

Por fim, também neste mesmo dia, Júpiter voltará ao seu movimento direto. Para muitos, será um sinal para começar a trabalhar na expansão, embora Júpiter seja uma força que, se soubermos integrar, pode servir para expandir nossos desejos de alma, saber o que realmente queremos melhorar em nós mesmos e em nossas vidas e encontrar uma maneira de fazer com que isso aconteça.

Será um mês para gerar equilíbrio e, com Júpiter, entender as muitas maneiras pelas quais podemos gerar mais harmonia e amor, algo que começa por nos tratarmos com amor, respeito e compaixão.

O equilíbrio vem primeiro com a integração das nossas sombras, aceitando nossa natureza dual e reverenciando a luz. Equilíbrio é o que emerge quando estamos unificados, agindo com integridade, compaixão e uma compreensão mais elevada.

Somente quando integramos os aspectos que negamos enfrentar, dominando nosso eu sombrio, podemos começar a caminhar como seres evoluídos; já vivenciamos tudo, entendemos tudo a partir de uma experiência pessoal e paramos de julgar escolhas inconscientes que os outros possam escolher, pois já passamos por isso e agora sabemos como é caminhar nas sombras, como também conhecemos a luz.
Desejo a vocês um novembro maravilhoso, Amados.

Que vocês escolham permanecer, sempre, na Essência Iluminada de seu Eu Divino.

Dentro do Amor Infinito,

Natalia Alba

Autor/Canal: Natalia Alba
Fonte: https://starseedsoul.com/
Fonte secundária: https://eraoflight.com/
Tradução: Sementes das Estrelas / Mariana Spinosa

Fonte Postagem: Sementes das Estrelas

9 Views